Just arrived. =D

Just arrived. =D

Simone de Beauvoir, Paris, 1945. Photo: Denise Bellon.

Simone de Beauvoir, Paris, 1945. Photo: Denise Bellon.

"Ninguém nasce mulher: torna-se mulher. Nenhum destino biológico, psíquico, econômico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam de feminino. Somente a mediação de outrem pode constituir um indivíduo como um Outro. Enquanto existe para si, a criança não pode apreender-se como sexualmente diferenciada. Entre meninas e meninos, o corpo é, primeiramente, a irradiação de uma subjetividade, o instrumento que efetua a compreensão do mundo: é através dos olhos, das mãos e não das partes sexuais que apreendem o universo. O drama do nascimento, o da desmama desenvolvem-se da mesma maneira para as crianças dos dois sexos; têm elas os mesmos interesses, os mesmos prazeres; a sucção é, inicialmente, a fonte de suas sensações mais agradáveis; passam depois por uma fase anal em que tiram, das funções excretórias que lhe são comuns, as maiores satisfações; seu desenvolvimento genital é análogo; exploram o corpo com a mesma curiosidade e a mesma indiferença; do clitóris e do pênis tiram o mesmo prazer incerto; na medida em que já se objetiva sua sensibilidade, voltam–se para a mãe: é a carne feminina, suave, lisa, elástica que suscita desejos sexuais e esses desejos são preensivos; é de uma maneira agressiva que a menina, como o menino, beija a mãe, acaricia-a, apalpa-a; têm o mesmo ciúme se nasce outra criança; manifestam-no da mesma maneira: cólera, emburramento, distúrbios urinários; recorrem aos mesmos ardis para captar o amor dos adultos."

O Segundo Sexo, volume 2. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1967, 2ª edição, pp. 9-10.

Simone de Beauvoir (centre), Zaza Lacoin (gauche) et Geneviève de Neuville à Gagnepan, France, 1928. Photo: Association Elisabeth Lacoin.

Simone de Beauvoir (centre), Zaza Lacoin (gauche) et Geneviève de Neuville à Gagnepan, France, 1928. Photo: Association Elisabeth Lacoin.

Simone de Beauvoir and Jean-Paul Sartre during an interview, Paris, 1970. Photographer: Unknown. 

Simone de Beauvoir and Jean-Paul Sartre during an interview, Paris, 1970. Photographer: Unknown. 

The Second Sex, by Simone de Beauvoir, explained with video game. <3

Simone de Beauvoir, Chicago, 1948. Photo: Art Shay.

Simone de Beauvoir, Chicago, 1948. Photo: Art Shay.

"Según leemos en facebook y blogs diversos, ella ha dicho que “una mujer libre es todo lo contrario de una mujer fácil”. 

En “la mujer rota”, de donde dice ser la cita, eso no está escrito en ninguna parte, ni siquiera, como pudo haber sido el caso, en boca de un ficticio personaje machista. Es simplemente falso. Pero más que la falsedad, lo inquietante es la inconsistencia total de esta frase con todo lo que verdaderamente ha llevado la firma de la autora. ¿Porqué jamás podría haber hecho de Beauvoir semejante declaración?”

"January 29, 1947 ― Again I slept late. But there’s something in the New York air that makes sleep useless; perhaps it’s because your heart beats more quickly here than elsewhere―people with heart conditions sleep less, and many New Yorkers die of heart problems. In any case, I’m enjoying this windfall: the days seem too short.
Breakfast in the corner drugstore is a celebration. Orange juice, toast, café au lait―an unadulterated pleasure. Sitting on my revolving stool, I participate in a moment of American life. My solitude does not separate me from my neighbors, who are also eating alone. Rather, it’s the pleasure I feel that isolates me from them. They are simply eating; they’re not on vacation."

— Simone de Beauvoir, America Day by Day (English translation of L’Amérique au Jour le Jour,based on her diary during he first trip to the United States)

Simone de Beauvoir y Jean-Paul Sartre, una pareja em libertad

John Malkovich wants to be Simone de Beauvoir, so he posed to photographer Sandro Miller like her. <3

[Malkovich’s photo is from a Sandro Miller exhibit at the Catherine Edelman Gallery, in Chicago. Beauvoir’s photo by Art Shay.]

Simone de Beauvoir dans les bras de sa mére, Françoise, quand elle n&#8217;avait pas encore une année de vie. Quelque part en France, 1908. Photo: Collection Simone de Beauvoir.

Simone de Beauvoir dans les bras de sa mére, Françoise, quand elle n’avait pas encore une année de vie. Quelque part en France, 1908. Photo: Collection Simone de Beauvoir.

Simone de Beauvoir, une femme actuelle (2008), sous-titres en Portugais.
Simone de Beauvoir, uma mulher atual (2008), legendas em português.

Detail of one of the walls in Nelson Angren&#8217;s house in Chicago, where he kept pictures and letters, book covers and newspapers or magazine pages related to Simone de Beauvoir. Photo: Nelsol Algren Collection/Ohio State University. 

Detail of one of the walls in Nelson Angren’s house in Chicago, where he kept pictures and letters, book covers and newspapers or magazine pages related to Simone de Beauvoir. Photo: Nelsol Algren Collection/Ohio State University.